A Modalidade


A Modalidade

Caracterização e regulamento

Objectivo do jogo – fazer com que bola entre na baliza adversária e impedir que entre na própria baliza. Quem marcar mais golos ganha o encontro, podendo registar-se um empate no final do jogo.

O andebol é um jogo desportivo colectivo praticado por 2 equipas, cada uma constituída por 7 jogadores efectivos (um guarda-redes e seis jogadores de campo) e 5 suplentes, um dos quais pode ser guarda-redes.

Principais Regras do Jogo:

  • Terreno de jogo

  • Início do jogo – a posse da bola ou escolha do campo faz-se por sorteio do árbitro entre os dois capitães de equipa. O início do jogo é dado após o apito do árbitro, com o jogador possuidor da bola a pisar a linha de meio-campo. Cada equipa está situada no seu meio-campo, com o jogador adversário mais próximo a uma distância mínima de três metros.
  • Recomeço do jogo – Após o intervalo, o recomeço do jogo é efectuado pela equipa que não o fez no início do encontro. Após cada golo, o jogo recomeça na marca de meio-campo, mas nesta situação os jogadores de cada equipa não têm de estar no seu meio-campo nem o árbitro tem de apitar.
  • Duração – a duração dos  jogos é variável em função do escalão etário. Os jogos em escalões de idade superior a 16 anos têm a duração de 60 minutos (duas partes de 30 minutos cada, com um máximo de 10 minutos de intervalo). No escalão correspondente aos 12-16 anos, a duração de um jogo é de 50 minutos (2×25).

Cada equipa tem direito a solicitar um tempo de descanso de um minuto em cada parte.

  • Sistema de pontuação – a equipa pontua (marca golo) quando consegue que a bola transponha completamente a linha de baliza numa jogada regulamentar.
  • Substituições – não há limite para o número de substituições por jogo. O acto de substituição pode ocorrer com o jogo a decorrer, não sendo necessária a autorização prévia de qualquer membro da equipa de arbitragem. O jogador só pode entrar no terreno de jogo pela zona de substituição, situada até 4,5 metros para cada lado da linha lateral a partir da linha central. O jogador suplente só pode entrar após a saída do jogador a substituir.
  • Faltas e incorrecções – as acções consideradas faltas são sancionadas com lançamento livre. Para a marcação destes lançamentos livres, o jogador adversário mais próximo tem de estar a uma distância mínima de três metros. Se a falta ocorrer entre a linha dos 6 e 9 m, a distância de 3 metros continua a ser obrigatória, mas o lançamento livre á marcado fora da linha dos 9m, o mais próximo possível do local da falta.

Em qualquer caso, o lançamento é executado por um jogador que tem de ter obrigatoriamente uma parte do pé em apoio. Pode ser executado sem o apito do árbitro, sendo possível rematar directamente à baliza e marcar golo.

Para assinalar uma falta sobre um jogador em situação manifesta de golo é assinalado um lançamento (livre) de sete metros. Nesta falta é assinalada uma interrupção do tempo de jogo. Todos os jogadores têm de estar atrás da linha dos 9m e o marcador tem de ter os apoios atrás da linha de 7m, não podendo mexer um dos apoios. O guarda-redes pode colocar-se em qualquer local da área de baliza, desde que não ultrapasse a marca dos quatro metros. Após o apito do árbitro, o marcador tem 3 segundos para rematar directamente à baliza.

  • Limitações:

             –          Manter a posse de bola sem que haja intenção de rematar ou qualquer acção de ataque – jogo passivo;

             –          Após a execução do lançamento de baliza, o guarda-redes não pode jogar novamente a bola se esta não tiver sido tocada por qualquer outro jogador;

             –          A bola não pode tocar abaixo dos joelhos, excepto quando é lançada pelo adversário;

             –          O jogador não pode  lançar-se sobre a bola que se encontra a rolar ou parada no solo.

  • Contacto com a bola:

A bola é jogada com as mãos, podendo ser lançada, batida, empurrada, parada com a ajuda de qualquer parte do corpo acima dos joelhos (inclusive). Não é permitido ficar com a bola na mão mais de 3 segundos consecutivos, mesmo que esta esteja parada no solo.

  • Passos:

Um jogador não pode dar mais de 3 passos com a bola na mão sem driblar.

 

  • Violações:

Nenhum jogador, quer esteja em posição defensiva quer ofensiva, pode pisar a linha da área de baliza dos 6 metros. De a violação for feita por um defensor, na situação de impedir o ataque adversário, é assinalado livre de 7 metros; no caso de um atacante, a acção consequente (por exemplo, um golo) é invalidada.

  • Sanções:

             – Advertência: situação em que um jogador tem uma conduta anti desportiva ou irregular (por exemplo, barrar o caminho do adversário com os braços).

Penalização: cartão amarelo e lançamento livre.

             – Exclusão: situação em que um jogador comete, por exemplo, irregularidades repetidas, substituição irregular, repetição de uma atitude anti desportiva, entre outras.

Penalização: lançamento livre e saída do jogador por um período de 2 minutos, não podendo ser substituído por nenhum colega.

             – Desqualificação: situação em que um jogador acumula a terceira exclusão, comete irregularidades grosseiras para com o adversário ou entra no terreno de jogo sem autorização.

Penalização: cartão vermelho e lançamento livre. O jogador desqualificado sai definitivamente e, por um período de 2 minutos, nenhum colega o pode substituir. 

             – Expulsão: situação em que qualquer elemento da equipa comete uma agressão.

Penalização: lançamento livre. O jogador expulso sai definitivamente do jogo e a sua equipa joga o resto do jogo com menos um jogador.